fbpx
tratamento do câncer em curitiba Quimioterapia e Radioterapia
  • 3

Tratamento do câncer em Curitiba é algo complexo e envolve uma série de etapas que devem ser obedecidas, e sempre devem estar de acordo com o diagnóstico e sua saúde, tendo sempre todo o tipo de indicação das vantagens e desvantagens, ou dos sintomas decorrentes desse processo.

Os tratamentos mais comuns, por exemplo, são a radioterapia e a quimioterapia. Você sabe qual a diferença entre eles? Sabe o motivo de serem os tratamentos mais utilizados atualmente e com bons resultados. Todas essas informações são muito importantes e podem trazer até mais segurança para quem precisa passar por esses procedimentos. A seguir você vai ver detalhadamente o que cada tratamento é e como ele age no corpo.

Quimioterapia

Quimioterapia é um tipo de tratamento para câncer baseado em substâncias químicas que afetam diretamente o funcionamento das células no organismo, agindo diretamente sobre as células ruins, que causam o tumor. São utilizados fármacos que agem também para doenças autoimunes e que podem ter outras funcionalidades no seu corpo.

A administração pode ser oral, venosa, intramuscular, sub cutânea, intracraneal e sobre a pele, sendo indicado sempre a partir do quadro do paciente e de acordo com a viabilidade do tratamento, tendo em vista a necessidade e principalmente as condições de submissão a esse tratamento específico. A duração do tratamento também varia de acordo com o grau e o tipo de tumor a ser tratado. Importante ressaltar que esse tratamento do câncer em Curitiba só pode ser encerrado pelo próprio médico, a partir de uma indicação de que o mesmo não se faz necessário.

Muito importante também citar que como qualquer tipo de tratamento, a quimioterapia Curitiba traz efeitos colaterais que devem ser levados em consideração, devido ao grau de ação no corpo, e por isso também é um tratamento que exige o acompanhamento constante de um médico.

Uma indicação importante é manter a pele sempre hidratada com cremes indicados, evitar qualquer produto com álcool em sua composição, e também evitar se cortar ou se ferir. Isso pode fazer com que o tratamento não alcance o resultado esperado.

Radioterapia

A radioterapia, por outro lado, é um tratamento feito baseado em radiações ionizantes, que vão destruir a célula ou pelo menos impedir que o tumor aumente e se espalhe para o corpo, sendo uma outra estratégia de intervenção que também é muito praticada no meio médico.

Um detalhe interessante é que o número de sessões de radioterapia Curitiba tem ligação direta com o tamanho do tumor e também da sua localização, levando em conta sempre a condição de quem vai receber esse tipo de tratamento. Todo o tipo de intervenção é feita diretamente no local onde o tumor está localizado, tendo uma região sempre delimitada para que outras áreas não sejam comprometidas.

O tratamento feito por radioterapia pode ser feito de duas formas: uma é a radioterapia externa ou teleterapia. Nessa modalidade são emitidas radiações por um aparelho que fica sempre afastado do paciente, direcionado para o local indicado. O tratamento é feito de maneira diária. Outra forma é a braquiterapia, modalidade em que os aplicadores são colocados em contato direto com o local tratado, e a radiação vai agir diretamente nessa região. Esse é um procedimento mais invasivo e pode até mesmo ser necessária aplicação de anestesia para que seja feito. A periodicidade é duas vezes por semana. O que vai definir qual vai ser o tratamento mais indicado é o tipo de tumor, e também a indicação médica.

A presença do médico e a interação com o paciente é fundamental para que o tratamento seja contínuo. Caso haja alguma intercorrência que exija a interrupção do tratamento isso só é possível com a anuência de um médico.

Outras dicas para tratamento do câncer em Curitiba

Qualquer tratamento medicamentoso exige muito do paciente, traz, principalmente muitas reações do próprio corpo, e por isso é preciso ter sempre algum cuidado a fim de que esse tipo de tratamento possa ser vencido sem muitas intercorrências e sem outros problemas gerados.

É preciso se cuidar e se fortalecer para que os efeitos do tratamento não façam nenhum mal.

Para isso é importante manter sempre a hidratação em dia, o que é indicado para a saúde da pele, e principalmente para o corpo, que acaba sofrendo mais com as consequências.

Sempre utilize cremes que mantenham a pele hidratada e protegida. Cuide também da limpeza da pele, com cuidados com banhos quentes demais e sabonetes que contenham muitos produtos em suas composições.

Coçar a pele e também utilizar roupas com tecidos que possam, de certa forma, gerar atrito com a pele sempre devem ser evitados.

Mesmo sendo um tratamento extremamente invasivo e que pode trazer sérias reações do corpo, quando você tem uma equipe profissional de tratamento do câncer em Curitiba fica muito mais fácil vencer cada etapa.

O suporte profissional é muito importante para dar confiança e suporte durante o período em que o tratamento vai ser feito, de modo que você possa, com o suporte realizado, obter mais confiança e coragem.

Além disso, um acompanhamento desse nível é fundamental para que se tenha outros tantos cuidados que são também indicados, tendo em vista as necessidades de monitoramento da saúde como um todo, e como o corpo está reagindo ao tratamento.

Sem esse cuidado é muito difícil conseguir seguir com o tratamento de maneira satisfatória e que possa trazer principalmente o resultado final que é a eliminação do tumor ou remissão do mesmo, evitando que se espalhe por todo o corpo.

Foto divulgação: https://www.freepik.com/gelpi

    Cirurgia Oncológica em Curitiba